Mandioca: Altas persistem e média semanal ultrapassa R$ 208,00/t

Publicado em 29/08/2011 11:11 363 exibições
Entre os dias 22 e 26 de agosto, o clima continuou dificultando o avanço da colheita da mandioca nas regiões acompanhadas pelo Cepea. Em parte destas, logo após as precipitações da semana anterior, os trabalhos não puderam ser retomados, o que manteve a quantidade processada 12% menor que a do período anterior. Ao mesmo tempo em que a oferta de raiz é baixa – principalmente da mandioca de segundo ciclo –, a demanda industrial tem sido crescente, aumentando a disputa por matéria-prima entre as fecularias e também entre estas e a indústria de farinha. Por sua vez, agricultores seguem com pouco interesse de colheita das raízes de 1 ciclo, que tem rendimento de amido mais baixo. Além disso, as expectativas de altas ainda mais expressivas pelo menos até meados de novembro reforçam a postura retraída de produtores. Assim, o ritmo de processamento tem sido constante somente para as empresas que recebem mandioca via contratos. Neste ambiente, os preços continuaram em trajetória de alta pela décima semana consecutiva. Entre 22 e 26 de agosto, segundo dados do Cepea, o preço médio a prazo da mandioca posta fecularia esteve em R$ 208,74/t (R$ 0,3630/grama na balança hidrostática de 5 kg), elevação de 0,9% em relação à semana anterior. A alta acumulada nas dez semanas é de 13,7%.
Tags:
Fonte:
Cepea

0 comentário