CitrusBR confirma aumento de estoques ante incertezas na oferta

Publicado em 14/08/2018 16:01
138 exibições
Com oferta de fruta 30% menor e impactos da seca ainda não quantificados, a safra 2018/19 se torna desafiadora para a indústria processadora de suco de laranja

A Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos (CitrusBR) informa que os estoques físicos de suco de laranja disponíveis em 30 de junho de 2018 somaram 342.967 toneladas de suco de laranja concentrado congelado equivalente a 66°Brix (FCOJ equivalente). O número, levantado por meio de auditorias individuais independentes, e posteriormente compilado por nova auditoria, representa um aumento de 219% em relação às 107.387 toneladas existentes na mesma data do ano anterior, os mais baixos da história. 

De acordo com o diretor-executivo, Ibiapaba Netto, o aumento acontece em um momento estratégico. “A safra 2018/19 foi estimada em 288,20 milhões de caixas pelo Fundecitrus em maio, quando a seca estava apenas começando”, diz. Segundo ele, ao todo, foram mais de 120 dias com pouca ou nenhuma chuva no cinturão citrícola, o que certamente deve impactar a produção. “As variedades mais afetadas foram as precoces, mas há efeitos sobre as de meia estação e tardias”, diz. “A seca também aumenta a severidade de algumas doenças, como o greening, o que aumenta a taxa de queda de frutos”. Segundo ele, o tamanho da quebra só será conhecido na próxima estimativa do Fundecitrus, em 10 de setembro.

A CitrusBR estima um estoque inicial em torno de 146 mil toneladas de FCOJ equivalente em 30 de junho de 2019, o que configura, segundo Netto, mais um ciclo desafiador para as indústrias paulistas. Os dados ainda não levam em consideração possíveis quebras decorrentes da seca. 

Oferta de fruta

Com uma produção estimada de 288,20 milhões de caixas de 40,8 acredita-se que o mercado interno de fruta para mesa absorva algo em torno de 40.000.000 caixas. Dessa forma, o processamento total para as indústrias paulistas associadas e não associadas deve ser de, aproximadamente, 248,20 milhões de caixas. 

Produção de suco

Em compilação sigilosa realizada por auditoria externa, a CitrusBR estima o rendimento industrial em 258,78 caixas de 40,8 quilos para a produção de uma tonelada de FCOJ equivalente. A produção total de FCOJ equivalente das indústrias paulistas deve ser cerca de 959.463 toneladas. A esse volume, soma-se aproximadamente 30.000 toneladas oriundas dos Estados do Paraná e Rio Grande do Sul que se incorporam aos estoques paulistas, o que resulta em uma produção total de 989.463 toneladas. Somado ao estoque inicial de 342.967 toneladas a disponibilidade total de suco de laranja para a safra 2018/2019 deverá ficar em 1.332.430 toneladas de FCOJ equivalente. 

Demanda e estoques iniciais safra 2018/19

Segundo dados reportados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex), a safra 2017/18 fechou com 1.150.714 FCOJ equivalente exportados. Caso o volume se mantenha estável no novo ciclo, somados a cerca de 35.000 toneladas destinadas ao mercado interno, pode-se estimar a demanda total em 1.185.714 toneladas de FCOJ Equivalente 66º Brix. Dessa forma, os estoques de suco de laranja em 30 de junho de 2019 devem estar ao redor de 146.716 toneladas. “Esta será uma safra desafiadora, com características semelhantes às da safra 2016/2017”, afirma Netto.

Fonte: CitrusBR

0 comentário