Controle de praga de citros é discutido em câmara

Publicado em 14/05/2010 17:46 425 exibições
Mosca negra pode causar perda na produtividade por reduzir área de fotossíntese da planta

“Os Estados com indícios da presença da mosca negra (praga que atinge principalmente os citros) devem informar ao Ministério da Agricultura imediatamente e atualizar os levantamentos de detecção da praga”. O alerta é do diretor do DSV/Mapa (Departamento da Sanidade Vegetal do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento), André Peralta, que participou, nesta quinta-feira (13), da 23ª Reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva da Fruticultura, em Brasília.


A praga, que pode causar perda na produtividade por reduzir a área de fotossíntese da planta, já é difundida na região Norte. Em Goiás e São Paulo existem focos controlados. No Nordeste, o Maranhão enfrenta a mosca negra desde 2001. Em dezembro de 2009, a praga foi identificada, na Paraíba e, em abril deste ano, confirmada em Pernambuco. De acordo com o diretor do DSV, Ceará e Rio Grande do Norte estão sob suspeita. “Como está tendo muito problema de trânsito de vegetais entre os estados do Nordeste, vamos discutir a padronização dos procedimentos, com base na Instrução Normativa nº 23, de 2008”, enfatizou.


O tema é pauta de reunião na próxima quinta-feira (20), em João Pessoa/PB, com a participação dos serviços de defesa agropecuária e Superintendências Federais de Agricultura do Nordeste. “Na ocasião, serão apresentadas as regiões produtoras onde estão os hospedeiros para que o Ministério da Agricultura determine as rotas de risco para o trânsito de frutos com as folhas, onde a praga pode ser disseminada”, enfatizou Peralta.


Legislação


A Instrução Normativa Nº 23/ 2008 determina a restrição de trânsito de plantas e suas partes, exceto sementes e material in vitro, das espécies hospedeiras da mosca negra dos citros, quando originadas de unidades da federação onde seja constatada, por laudo laboratorial, a presença da praga. A mosca negra atinge, primeiramente, as culturas de citros, caju e abacate e hospedeiros secundários como café, manga, banana, uva e goiaba.


Tags:
Fonte:
MAPA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário