Produtores de suco de laranja comemoram boa fase

Publicado em 11/10/2010 16:34
602 exibições

O Brasil consolida-se a cada dia como o maior produtor mundial de suco de laranja e a tendência é de que os números subam ainda mais em 2011. Quem conversou com PortoGente sobre o assunto foi Christian Lohbauer, presidente da Associação Nacional de Exportadores de Sucos Cítricos (Citrus-BR).

Ele também falou sobre os gargalos logísticos e disparou: a diferença é que nossos terminais portuários são próprios e contamos com infraestrutura melhor se comparado com outros setores.

PortoGente Qual a importância do Brasil no mercado global do suco de laranja?
Christian Lohabauer O Brasil é o maior exportador de suco de laranja do mundo. Seis a cada dez copos consumidos no mundo são produzidos no Brasil. Por ano, são exportadas cerca de 1,4 milhão de toneladas de suco, o que representará, este ano, num faturamento em torno de US$ 2 bilhões (R$ 3,7 bilhões).

PortoGente Para o exportador de laranja, o que é mais interessante? Um real valorizado ou um dólar em pleno vigor financeiro?
Christian Lohabauer Com certeza, para a indústria exportadora de suco de laranja, um real mais desvalorizado frente ao dólar, assim como para todas as outras commodities, deixa o produto brasileiro mais competitivo no exterior, favorecendo as vendas.
 
PortoGente Quais os principais gargalos logísticos que os produtores de suco encontram?
Christian Lohabauer O suco de laranja, a exemplo de outras commodities, enfrenta problemas parecidos com os setores exportadores, mas com a diferença de que seus terminais portuários são próprios e contam com uma infraestrutura melhor se comparado com outros setores.

PortoGente Por qual porto é escoada a maioria do suco produzido no Brasil? Neste porto, as condições de infraestrutura são as melhores?
Christian Lohabauer O suco de laranja produzido no Brasil é exportado via Porto de Santos, que, conforme comentado anteriormente, tem terminais próprios nos quais o suco é estocado e embarcado em navios também próprios. Por isso, as condições são certamente melhores do que as encontradas por outros produtos.

Tags:
Fonte: Porto Gente

Nenhum comentário