Câmara Setorial busca novas medidas para revitalizar produção de leite no Tocantins

Publicado em 13/08/2020 17:23 67 exibições

A produção de leite é uma das atividades mais produtivas no agronegócio, sendo uma cadeia que em sua maioria é feita pela agricultura familiar ou por pequenos produtores. Neste contexto, em teleconferência, na última quarta-feira, 12, a Câmara Técnica Setorial do Leite se reuniu para debater as principais demandas para a retomada da produção de leite no Tocantins, buscando novas medidas que estimule a produção e expansão da comercialização leiteira.

Segundo o diretor de Política para Pecuária da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), José Américo Vasconcelos, para que haja efetivamente a retomada da produção de leite no Tocantins é necessária a união de esforços com os produtores. “É preciso organizar melhor o setor para atender o produtor de leite, que é o principal interessado. Para isso, temos que ouvir as demandas e, posteriormente promover ações para que possamos impulsionar este segmento no Estado”, declarou.   

Para o gerente de Pecuária da Seagro, Thyago Túlio, a expectativa é que a Câmara Setorial siga um cronograma de ações. “A intenção é retomar as ações efetivas para o desenvolvimento da cadeia produtiva do leite, iniciando por um novo cronograma a ser desenvolvido nos próximos anos”, disse acrescentando que um das medidas iniciais é a renovação dos integrantes da Câmara Setorial do Leite no Tocantins.

Produção

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Tocantins ocupa a 19ª posição de leite nacional. Em 2018 foram produzidos mais de 209 milhões de litros de leite por ano. Os maiores rebanhos produtivos de leite estão nos municípios, sendo em primeiro, Araguatins, seguidos de Pequizeiro, Araguaína, Colméia, Bernardo Sayão, Goanorte, Augustinópolis, Formoso do Araguaia, Paranã e Arapoema, perfazendo um total de quase 60 mil cabeças de vacas leiteiras. Em todo Estado este total aproxima das 200 mil cabeças de gado. 

Fonte:
Seagro TO

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário