Na Argentina, motoristas iniciam greve no início da colheita da soja

Publicado em 19/03/2012 15:12 e atualizado em 19/03/2012 16:14 631 exibições
Mais uma greve na Argentina. Agora, motoristas de caminhão que transportam grãos na Argentina começaram uma greve por tempo indeterminado, exigindo ganhos maiores. O momento é de início da colheita da soja no país. Os caminhoneiros já afirmam que estão prontos para que  paralisação continue mesmo com as negociações em curso. 

Segundo o grupo Fetra, de empresas de caminhões, o governo argentino falhou ao garantir a implementação de uma tarifa mínima de transporte, a qual ficou combinada após uma greve em outubro. O movimento, como noticiam agências internacionais, poderia prejudicar o fluxo de mercadorias até os portox exportadores. 

Atualmente, são transportadas 200 mil toneladas de produtos agrícolas por dia na Argentina. O país é o maior exportador mundial de óleo e farelo de soja, e o segundo maior de milho. Grande parte das cargas sai de caminhão dos Pampas até os portos exportadores. 

Com informações de agências internacionais. 
Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário