Presidente do Sindicato Rural de Sinop diz que falta frete para escoar soja da região

Publicado em 30/07/2012 16:13 608 exibições
Falta frete para escoar a soja colhida na última safra, ainda armazenada na região de Sinop. O "alerta" é do presidente do Sindicato Rural, Leonildo Bares, que atribui o problema às novas regras de trabalho regulamentadas aos motoristas pelo governo federal. Ele não falou na quantidade estocada, mas teme que isso recaia sobre a safra do milho, que já está sendo colhida. A previsão do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) é de 15milhões de toneladas no Estado.

"Não faltam armazéns. O que falta são caminhões para escoar o resto de soja que estão estocados para desocupá-los e colocar milho. Falta se chegar a um acordo para ver de que maneira o governo possa colocar o Brasil para rodar de novo", disse o presidente, em entrevista ao Só Notícias, e acrescentou que não restam muitas opções. "Se não tiver escoamento, não temos outro modal de transporte de carga que não seja rodoviário. Nossa hidrovia está aí e ninguém quer falar nela. Nossas ferrovias não estão sendo construídas e a BR-163 não é concluída", acrescentou.

Veja a notícia na íntegra no site do Só Notícias
Tags:
Fonte:
Só Notícias

0 comentário