Municípios do Nortão de MT ficam parcialmente isolados devido a atoleiros em rodovias estaduais

Publicado em 27/12/2016 08:59 e atualizado em 27/12/2016 09:55
119 exibições

Moradores das cidades de Juína, Aripuanã, Colniza, Juruena e Cotriguaçu estão enfrentando dificuldades devido ao aumento dos atoleiros em trechos nas MTs-170, 418, 208 e 206. Veículos de pequeno porte não conseguem trafegar. Já as carretas com alimentos, combustíveis e cargas vivas estão paradas formando filas.

O encarregado de tráfego de uma empresa de transportes de passageiros, Adeildes Lopes de Carvalho, confirmou, ao Só Notícias, que nos pontos mais críticos os ônibus estão fazendo baldeação. “Despachamos os ônibus, por exemplo, de Juína à Juruena e quando chegam nos atoleiros os passageiros passam para outro veículo. É uma das alternativas para não precisar parar o transporte, que neste período de final de ano aumenta muito a procura”.

Carvalho disse que os custos com a manutenção dos veículos aumentaram significativamente. “Até o momento não é possível calcular os prejuízos causados nos últimos 30 dias. Estas rodovias estavam razoavelmente trafegáveis, mas depois que começou a chover ficou extremamente complicado. Agora temos que enviar dois veículos para fazer a mesma linha”.

Leia a notícia na íntegra no site Só Notícias.

Fonte: Só Notícias

Nenhum comentário