Rodovia é recuperada facilitando a exportação de frutas do Ceará

Publicado em 29/03/2010 08:55 761 exibições
Infraestrutura: rodovia com nova pavimentação será reinaugurada hoje, facilitando a liberação de frutas pelos produtores da região.

Recuperação da rodovia é reivindicação antiga dos produtores, pois facilita a exportação de frutas do Estado

Após longo período de espera, a restauração da CE-377, conhecido popularmente como Estrada do Melão, foi concluída. Hoje, acontece a reinauguração do percurso, que contará com nova pavimentação. A reforma era uma antiga reivindicação dos produtores de frutas, pois a CE-377 é considerada muito importante para a infraestrutura de exportação do Ceará.

Um trabalho de pavimentação na estrada havia sido iniciado há sete meses, mas fora abandonado três meses depois.

O trecho mais crítico da Estrada do Melão estava localizado entre as cidades de Bom Sucesso e Baraúna. Agricultores criticavam a falta de manutenção da via, alegando que isso levaria transtornos à logística da próxima safra, prevista para começar em cinco meses.

Exportações de frutas

Em 16 anos, o Ceará saiu de uma exportação de frutas equivalente a US$ 874 mil para 105,6 milhões.

Ou seja, de uma posição insignificante (0,5% do total nacional na época), o Ceará hoje é o segundo maior exportador do Brasil, ficando atrás apenas da Bahia. Em 2011, a expectativa dos produtores é de chegar á liderança. O Porto do Pecém é o líder entre todos os portos brasileiros no item exportação de frutas, com a saída de 184.231 toneladas no ano de 2009, o que representa uma participação de 33% em escala nacional.

O Porto do Pecém é seguido pelos portos de Santos (14%), Salvador (11%), Rio Grande (10%), Natal (8%), Mucuripe (8%) e Suape (7%).

O destaque fica por conta da exportação de castanha de caju, que anotou uma movimentação total de 29.068 toneladas.

O número representa um incremento de 43% em relação ao igual período de 2008.

Tags:
Fonte:
Diário do Nordeste

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário