MT: falta de logística é a grande dificuldade de desenvolvimento no Vale do Araguaia

Publicado em 26/04/2010 18:02 370 exibições
A abundância de terras propícias para o cultivo do milho, soja e outras práticas agrícolas e pecuária fizeram com que Porto Alegre do Norte, localizada a 1.125 Km de Cuiabá, no centro da região do Araguaia se destacasse como promissora para o giro da economia da região.

Durante o ‘Fórum de Desenvolvimento Pólítico da Região Norte Araguaia’, realizado no sábado (24), na cidade com lideranças do estado e locais, foi discutida a importância da busca de subsídios e melhores condições para as cidades que compõem o Araguaia, onde a proposta maior é a infraestrutura viária através das rodovias 158 e 080 que interligam Porto Alegre do Norte ao Pará e Sinop à BR 158.

Município onde a agricultura familiar já desempenha importante papel na economia local, Porto Alegre do Norte busca meios para que os investimentos cheguem à cidade e também à região através de empresas voltadas para o agronegócio e também através de obras infraestruturais.

O governador disse que essa é uma região de Mato Grosso que foi priorizada e que este é um novo momento que estimula as conversas com as lideranças locais para que se crie viabilidade logística para solucionar os problemas dos municípios do Araguaia.

Para o prefeito de Porto Alegre do Norte, Edi Escorsin, o Governo do Estado tem feito a estrutura, ‘o grosso’, que dá o impulso para que a população também tome as iniciativas e se mobilize em prol das benfeitorias para a cidade.

O prefeito falou ao governador Silval Barbosa, das dificuldades que a cidade e a região do Araguaia enfrentam, como forma de pleitear apoio para que haja parceria entre Estado e Município a fim de que se busque soluções, como é o caso da construção do Hospital Regional, a conclusão das obras e pavimentação das BRs 158, 080.

Para o empresário e um dos organizadores do Fórum, Édio Brunetta, esse evento nada mais é do que a reivindicação da região para a transformação dos hectares existentes para a produção e a ligação da 158 com a 080, uma vez que a região depende dessa ligação para o escoamento da produção e baratear o preço do calcário, por exemplo, fazendo assim com que a produção tenha custos competitivos no mercado internacional e melhore a economia da região.

O presidente da Associação Matogrossense dos Municípios, Pedro Ferreira, que também é prefeito do município de Jauru disse que é notório as mudanças para melhor depois das ações do Governo do Estado para essa região, que não é mais o 'Vale dos Esquecidos'.

O governador reiterou apoio às solicitações feitas, dentro das possibilidades do Estado e ressaltou que a BR 158 sempre foi palanque de promessas, mas agora, depois do fortalecimento com o Governo Federal o Governo do Estado conseguiu adequar os projetos que não existiam para realizar esta obra que já existe, está licitada e o canteiro de obras já começou.

Silval lembrou ainda que os olhares se voltem, também para as questões da agricultura, que proporcionará geração de emprego e renda a diversas famílias, através de ótimos incentivos fiscais aos produtores a contratação de técnicos nos assentamentos para implementá-la e fortalecê-la, a doação dos ônibus para as Apaes, que serão entregues em breve. Ele firmou ainda a liberação de emulsão asfáltica e óleo diesel para que os maquinários, doados pelo Governo do Estado possam trabalhar com o asfaltamento das ruas de Porto Alegre do Norte. “Assim vamos estruturando os municípios e dando condições dos prefeitos trabalharem. Estou aqui com o compromisso de ajudar essa região e dizer que o Estado é parceiro nessas demandas. Não queremos salvar a pátria, mas queremos ajudar a melhorar a situação dessas cidades”, finalizou.
Tags:
Fonte:
Só Notícias

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário