Terminais ALL: Concessionária diz cumprir liminar

Publicado em 27/09/2010 08:04
622 exibições
A concessionária local da ferrovia Senador Vicente Vuolo, América Latina Logística (ALL), afirmou por meio de nota, que não há qualquer descumprimento às determinações judiciais, como denunciou na última sexta-feira, a Federação dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Estado de Mato Grosso (Fettremat). A Federação diz que a concessionária estaria movimentando mais cargas do que sua capacidade, o que estaria gerando filas e congestionamento na entrada dos dois terminais férreos que possui no sul de Mato Grosso, Alto Araguaia e Alto Taquari e assim, descumprindo determinação judicial.

Segundo a Federação, a fila dupla de aproximadamente três quilômetros na BR-364 se formou porque o pátio da empresa comportou apenas 400 caminhões. Muitos motoristas tiveram que deixar seus caminhões estacionados na estrada. Líderes sindicais não descartam a possibilidade de uma nova paralisação do transporte de grãos para terminais (portos secos) de Alto Araguaia e Alto Taquari.

A ALL informa que não há descumprimento da liminar judicial do Tribunal Regional do Trabalho ­ 23ª Região, do Mato Grosso. O acúmulo de caminhões decorre do envio de cargas não contratadas à ALL. Para evitar novas filas, a empresa está orientando o retorno à origem das cargas para as quais não possui contrato de transporte e informando aos clientes com contrato vigente que não enviem volume superior a sua cota diária contratada. Com isso, o problema das filas está solucionado.

O presidente da Federação, Luiz Gonçalves da Costa, conta que a medida liminar proferida no mês passado, durante mobilização dos motoristas que paralisaram a recepção de cargas nos dois terminais, obriga que a ALL receba somente a quantidade de veículos que têm capacidade de atender em um único turno de trabalho. Com esse congestionamento, está mais do que evidente que o pedido judicial não foi observado. A justiça também determinou medidas emergenciais para melhorias das condições ambientais de trabalho para os motoristas que transportam cargas de grãos até aos terminais ferroviários de Alto Taquari e Alto Araguaia, isso também não é tratado como prioridade pela empresa. Conforme o despacho da Justiça, o descumprimento das determinações implica em multa diária no valor de R$ 5 mil que será revertida para projetos sociais, campanhas educativas e preventivas dos trabalhadores.

A Fettremat afirma que tem um indicativo de paralisação das atividades de transportes para os terminais aprovado. Vamos aguardar o posicionamento da Justiça diante o descumprimento da liminar, disse.
Tags:
Fonte: Diário de Cuiabá

Nenhum comentário