Porto de Paranaguá libera parcialmente emissão de senhas para caminhões

Publicado em 17/03/2011 11:24 e atualizado em 17/03/2011 14:43 700 exibições
Superintendente afirma que apesar das chuvas, o Porto continua funcionando normalmente

A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) começou a liberar parcialmente, nesta quarta-feira (16), as senhas para os caminhões com granéis virem ao Porto de Paranaguá. A interrupção, anunciada há uma semana, foi uma medida emergencial para evitar a formação de filas na estrada, uma vez que a chuva contínua estava prejudicando o embarque de granéis pelo Porto. Com a obstrução da BR-277 na última sexta-feira (11), por conta da forte chuva, o cancelamento da emissão de senhas foi mantido, para evitar transtornos.

“O Porto de Paranaguá está funcionando normalmente. A chuva, que muito atrapalha as nossas operações, agora também afetou a estrada e a ferrovia, mas as previsões de restabelecimento são otimistas. Não acredito que haverá danos maiores à movimentação portuária”, explicou Airton Vidal Maron, superintendente da Appa.

As senhas estão sendo liberadas gradativamente, mediante espaço nos armazéns e obedecendo às necessidades dos navios atracados. Na terça-feira (15), com a ligeira melhora das condições climáticas, foram embarcadas 48,6 mil toneladas de granéis pelo Corredor de Exportação, quase o dobro da quantidade que vinha sendo embarcada nos últimos dias em função da chuva. Hoje, três navios estão atracados no Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá – um soja, um de milho e um de farelo, somando 165 mil toneladas de mercadorias a serem exportadas.

Da meia noite do dia 15 até às sete horas na manhã desta quarta-feira (16), 566 caminhões passaram pelo Pátio de Triagem de Paranaguá. Dados da Ecovia informam que três mil caminhões circularam pela BR 277 no dia de ontem, em direção a Paranaguá e a Curitiba. Esse total corresponde a 48% da movimentação normal da safra, que é de aproximadamente sete mil veículos em ambos sentidos.

Ferrovia – A América Latina Logística (ALL), concessionária da estrada de ferro que liga Paranaguá a Curitiba, liberou totalmente a estrada na tarde desta quarta-feira (16). De acordo com coordenador de relações corporativas da ALL, Nilson Carlos Rocha, mil vagões que estavam sendo represados em Curitiba já estão prontos para descer até Paranaguá e descarregar no Porto. “Agora começaremos a organizar a logística para providenciar a subida dos vagões vazios que estão aqui embaixo”, disse.

Estrada – Na BR-277, a Ecovia  está trabalhando em diversos trechos. Há equipes trabalhando nas pontes com problemas estruturais – que ficam no km 29 e no km 26, na pista sentido Paranaguá. No km 26, passa apenas um carro por vez e os agentes da Ecovia organizam o acesso entre os carros que seguem rumo à Curitiba e os que descem, rumo à Paranaguá.  Os caminhões estão descendo em comboios de 50 em 50. Na PR-408, que dá acesso à Morretes, a ponte metálica que está sendo erguida pelo Exército já está quase concluída. A expectativa é que até sexta-feira (18), o fluxo pela BR-277 esteja bem mais tranqüilo para caminhões e carros de passeio.

Tags:
Fonte:
Bem Paraná

0 comentário