Famato discorda da ANTF e cobra redução para transporte ferroviário

Publicado em 23/03/2011 08:16 473 exibições
A Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) vai pedir o detalhamento de informações prestadas pela Associação Nacional de Transporte Ferroviário (ANTF) sobre os custos deste segmento de transporte no Brasil.

A preocupação da Famato e de entidades ligadas à produção de soja ficou evidente durante reunião da Câmara Setorial da Soja, realizada nesta terça-feira (22), no Ministério da Agricultura, em Brasília.

De acordo com o presidente da Famato, Rui Prado Otani, representantes da ANTF argumentaram que os custos para o transporte de cargas via ferroviária estão elevados no mesmo patamar daquele estimado para a via rodoviária.

Segundo a ANTF, recaem sobre o setor ferroviário custos com o aluguel para uso das ferrovias e ônus com a concessão e manutenção das estradas de ferro.

No entendimento de Rui Prado Otani, "não deveria haver razões para o elevado preço pago para o escoamento da produção agrícola na atual conjuntura". Segundo ele, todos os investimentos que estão sendo feitos pelo país em ferrovias visam reduzir custos.

“Entendemos que as ferrovias estão recebendo investimentos para viabilizar o transporte de grãos das regiões produtoras. Por isso, vamos pedir uma análise detalhada das planilhas de custos apresentada pela ANTF”, avisou Rui.

Tags:
Fonte:
Olhar Direto

0 comentário