Milho: Importações da China não indicam escassez de oferta no país

Publicado em 02/02/2012 12:53 e atualizado em 02/02/2012 13:55 640 exibições
Apesar do aumento das importações de milho da China, o país não sofre com a escassez do cereal.  "Nós exportamos uma quantia considerável de produtos à base de milho, como amido e etanol, e produtos animais que consomem milho", disse Chen Xiwen, diretor geral do Central Rural Work Leading Group.

Recentemente, o país importou cerca de 3 a 4 milhões de toneladas do grão dos EUA a fim de reabastecer as reservas estatais. De acordo com Chen, algumas compras tem a finalidade de equilibrar a demanda local e o preço do cereal importado no sul da China pode ser mais baixo que o grão doméstico.

Tags:
Por:
Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário