Em MS, agricultores seguram o milho à espera de preços melhores

Publicado em 16/08/2013 09:47 e atualizado em 16/08/2013 10:38
551 exibições

No campo, as máquinas trabalham em ritmo acelerado para concluir a colheita do milho safrinha.

Em uma fazenda em Deodápolis, 70% dos 380 hectares já foram colhidos. A média de produtividade é de 100 sacas por hectare e 40% dos grãos foram comercializados ainda na época do plantio.

Ademir Musskopf negociou a saca de 60 quilos por R$ 18, valor considerado bom, já que atualmente a saca do grão em Mato Grosso do Sul está na casa dos R$ 13,70. Agora, por conta da desvalorização, o agricultor pretende armazenar o restante da produção.

Em outra propriedade em Dourados, a colheita chega a 95% da área. Cláudio Hirata plantou 360 hectares. A produtividade média superou as expectativas, chegou 90 sacas por hectare, mas o custo de produção neste ciclo jogou contra o produtor ficando 8% mais caro, em relação à safra passada. Para produzir cada saca de 60 quilos, o agricultor gastou R$ 14,70.

Leia a notícia na íntegra no site do Globo Rural

Tags:
Fonte: Globo Rural

0 comentário