Desvalorização do milho chega 46,9% com super oferta em MT

Publicado em 02/10/2013 09:22
664 exibições

A cotação do milho, em Mato Grosso, chegou ao menor valor do ano em setembro. A média da saca ficou em R$ 10,13, mas com mínimas de pouco mais de R$ 7,5 para um custo de produção que oscilou entre R$ 12 a R$ 16 nesta safra, conforme a produtividade obtida pelo produtor. Mais do que contabilizar preços no fundo do poço, a frustração ganha mais dimensão ao comparar o mercado atual com o mesmo período do ano passado, quando a média estadual era de R$ 19,10, e com máximas de R$ 23,2, como o observado na região sudeste. Entre um setembro e outro, a desvalorização do cereal chegou a 46,9%, consequência da superoferta de duas safras seguidas. 

Leia a íntegra no Diário de Cuiabá

Tags:
Fonte: Diário de Cuiabá

2 comentários

  • Geovani Salvetti Ubiratã - PR

    É isso mesmo SR otavio enquanto amargamos prejuizos,o povo o governo eas industrias gerais de carnes nadam de braçada,com o milho de graça,mais em conta do q se tivessem q plantar.E nós pagando 500 reais por saquinho de semente de 12 quilos ou seja,gastando 3 sacos,ficando só a semente 1500 reais por alqueire e deixando as cooperativas eas multinacionais como a monsanto e outras bilhonarias.Ou acordamos e paramos com essa sangria desatada de produzir,produzir e produzir,ou vamos nos quebrar uns aos outros,por q quem trabalha não tem valor,muito menos nós agricultores.

    0
  • É isto que dá em ficar pensando em alimentar o mundo. É isso que dá em ficar pensando em produzir super safras. Pergunto: o mundo está preocupado com nós produtores ?? o povo urbano das cidades está preocupado conosco ?? Claro que não. Todos eles querem comida de graça e como está barato nem lembram de onde vem... Enquanto os produtores ávidos em produzir uma, duas e até safras por ano. DA NISTO, PREJUIZO TOTAL, principalmente em Mato Grosso. Não adianta querer ser herói, querer quebrar recorde em cima de recorde.

    Se conselho fosse bom, A GENTE NÃO DAVA, VENDIA, mas enquanto o produtor querer produzir acima das demandas, vai comer o prato frio do prejuízo.

    0