EUA: Milho cai novamente, com aumento de estoques e menor produção de etanol

Publicado em 14/11/2013 14:21 680 exibições

As cotações de milho caíram hoje (14) em Chicago pela terceira sessão consecutiva sob influência da safra recorde norte-americana, o que estaria aumentando os estoques globais. Segundo o site da Reuters, uma possível redução da demanda por milho para a produção de etanol nos Estados Unidos também estaria pressionando as cotações.

Luke Mathews, estrategista de commodities no Commonwealth Bank of Australia, explica: “Os estoques mundiais estão aumentando para níveis muito confortáveis depois de ficarem extremamente apertados nos últimos 12 meses”. 

Na quarta-feira (13/11), a consultoria Lanworth aumentou um pouco sua previsão de safra de milho para 2013/14, de 353,84 milhões de toneladas para 354,1 milhões de toneladas. 

Milho para a produção de etanol
O governo dos Estados Unidos está discutindo a possibilidade de redução da cota de etanol na gasolina em 2014, o que poderia causar uma significativa redução na demanda pelo grão.

A EPA (Agência de Proteção Ambiental) dos EUA deverá revisar em breve seu padrão de combustível renovável, provavelmente reduzindo o volume de etanol na gasolina.

Documentos oficiais que vazaram este ano indicam que a exigência por etanol para combustível deverá ser reduzida para 49 bilhões de litros. A Lei inicial, de 2007, exigia 52 bilhões de litros.

A decisão da EPA e do governo norte-americano em relação ao volume de etanol que será adicionado à gasolina ainda está gerando controvérsias. Algumas fontes informam que, ao invés de diminuir, o volume do etanol na mistura poderá aumentar, o que estaria fazendo com que produtores norte-americanos aumentassem sua produção de milho. Leia mais sobre o assunto:

EUA: Área do Corn Belt deverá se expandir para aumentar produção de milho para etanol  

Informações: Reuters.com

Tradução: Fernanda Bellei

Tags:
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário