Milho: Cotações mantêm movimento de alta desde dezembro

Publicado em 14/01/2014 09:03 e atualizado em 14/01/2014 14:01 969 exibições

As negociações no mercado de milho têm sido retomadas. Compradores se mostram mais interessados em renovar os estoques, favorecendo a liquidez no mercado. O bom ritmo das exportações ainda em dezembro reduziu os excedentes internos e, agora, a previsão da Conab é de estoques finais em janeiro/14 praticamente na média dos últimos anos. Segundo pesquisadores do Cepea, a valorização do dólar e a alta nos preços nos portos deram sustentação às cotações no interior do Brasil. No geral, os preços estiveram firmes na segunda quinzena de dezembro e subiram no início de janeiro. Apesar de o estoque final da safra 2012/13 no final deste mês poder ser menor que o estimado até então, a oferta da temporada de verão será maior que a prevista. O Indicador ESALQ/BM&FBovespa, referente à região de Campinas (SP), subiu 1% de 6 a 13 de janeiro, fechando a R$ 27,32/saca de 60 kg na segunda-feira, 13. Se considerados os negócios também em Campinas, mas cujos prazos de pagamento são descontados pela taxa de desconto NPR, o preço médio à vista foi de R$ 26,89/sc de 60 kg na segunda, estável em sete dias. 

Tags:
Fonte:
Cepea

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

1 comentário

  • carlos henrique tame Bom Jesus da Penha - MG

    Enquanto o Brasil produzir esses absurdos de milho na safrinha nunca vamos ter um bom preço pago pelo nosso milho, temos que para de sofrer e plantar outra coisa na safra de inverno so assim segurariamos o preço, a armazenagem, e controlariamos o caos logistico do brasil...

    0