Milho: Clima desfavorável, exportação e câmbio elevam preços internos

Publicado em 18/11/2014 09:02 258 exibições

As condições climáticas ainda são desfavoráveis em boa parte das regiões produtoras de milho no Brasil, mas especialmente no Sudeste e Centro-Oeste. A estiagem atrasou o cultivo de verão e, por consequência, pode atrapalhar o plantio do cereal de segunda safra 2014/15. Influenciados por incertezas climáticas, demanda firme para exportação e consequente aumento nos preços nas regiões dos portos, os preços no mercado interno seguem em alta, de acordo com dados do Cepea.

O Indicador ESALQ/BM&FBovespa, referente ao atacado da região de Campinas (SP), subiu 3,67% entre 10 e 17 de novembro, indo para R$ 27,92/saca de 60 kg nessa segunda-feira. Se considerados os negócios também em Campinas, mas cujos prazos de pagamento são descontados pela taxa de desconto NPR, o preço médio à vista foi de R$ 27,47/sc de 60 kg na segunda-feira, com reação de 3,58% no mesmo período de análise. A demanda para exportação também segue firme, e o câmbio só faz reforçá-la. A valorização do dólar em relação ao Real contribui tanto para reduzir o custo do importador quanto para elevar o montante recebido em Reais pelo exportador. Os dados de line-up continuam sinalizando bom ritmo das exportações para as próximas semanas.

Tags:
Fonte:
Cepea

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário