Milho tem mercado estável em Chicago nesta manhã de 4ª feira e devolve parte dos ganhos

Publicado em 18/01/2017 09:10
180 exibições

Nesta quarta-feira (18), os futuros do milho negociados na Bolsa de Chicago operam bem próximos da estabilidade. As cotações do cereal, por volta das 8h10 (horário de Brasília), perdiam pouco menos de 1 ponto, devolvendo parte dos ganhos registrados ontem. Ainda assim, o primeiro vencimento - março/17 - negociado em US$ 3,65 por bushel na manhã de hoje, ainda atuava na casa de suas máximas em seis meses. 

Como explicam analistas, entre os fundamentos do milho há poucas novidades no mercado internacional, com a boa oferta ainda exercendo uma pressão considerável sobre as cotações e o quadro climático da América do Sul - especialmente as chuvas excessivas na Argentina - pesando menos sobre os futuros do cereal em relação ao que pesam sobre a soja.

"O milho nas áreas de cheia estão mais altos e, muito do que foi plantado mais tarde está concetrado no norte da Argentina, onde há áreas livres das inundações", explica o consultor internacional Michael Cordonnier. Além disso, ainda de acordo com especialistas internacionais, "não há indicativos de que a safra 2017 será menor do que a do ano passado". 

Veja como fechou o mercado nesta terça-feira:

>> Milho fecha pregão desta 3ª feira com ganhos de mais de 7 pts na CBOT focado na safra na América do Sul

E leia ainda:

>> Milho, por Radar Investimentos: Retração da oferta no mercado físico tem ganhado corpo

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário