Chicago tenta forçar recuos maiores sobre o milho mesmo sem novidades em termos de suporte

Publicado em 14/11/2017 14:31
59 exibições

Os contratos do milho aumentaram as baixas na sessão desta terça-feira (14) na Bolsa de Chicago e a situação tende a não se alterar em termos de fundamento.

Ao redor das 14h25 (Brasília), o dezembro perdia 3 pontos, a US$ 3,39, e o março menor 2,5 pontos, a US$ 3,52.

Ao lado das melhores condições da safra e da colheita americanas, a colheita avança para o final, o que para o Agriculture deixa o mercado ainda incerto, daí que os movimentos não fogem da estabilidade, apesar de os trader forçarem um rally.

“Combine o relatório bearish (condições de mercado que apontam para baixa) do USDA com o relatório CFTC (Commodity Futures Trading Commission) e a conclusão da colheita, e parece ser um mercado incerto com nenhuma direção real no momento”, destacou.

BM&F Bovespa

Os dois contratos mais negociados no mercado de São Paulo estão em baixa, na mão inversa do fechamento de ontem.

O novembro em 0,34%, a R$ 32,25, e o janeiro 0,36%, R$ 33,02.

 

Tags:
Por: Giovanni Lorenzon
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário