Em Chicago, milho inicia 5ª feira próximo da estabilidade e foco segue no comportamento do clima na Argentina

Publicado em 01/03/2018 08:55 e atualizado em 01/03/2018 12:23
261 exibições

LOGO nalogo

As cotações futuras do milho negociadas na Bolsa de Chicago (CBOT) iniciaram o mês de março estáveis. Às 8h19 (horário de Brasília), os principais contratos da commodity permaneciam inalterados e apenas o setembro/18 recuava 0,25 pontos, cotado a US$ 3,94 por bushel.

O mercado voltou a trabalhar próximo da estabilidade após registrar ganhos nos últimos três pregões. De acordo com informações das agências internacionais, além do foco na Argentina, as cotações também acompanham a movimentação nos preços do trigo. Os preços da commodity recuam mais de 1 ponto na manhã desta quinta-feira.

No caso do país vizinho, a preocupação ainda segue no comportamento do clima. Os mapas meteorológicos ainda não indicam chuvas mais consistentes nos próximos dias, cenário que pode agravar as condições das lavouras argentinas.

Ainda nesta quinta-feira, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) reporta seu novo boletim de vendas semanais. O relatório é um importante indicador de demanda e pode influenciar o andamento das negociações.

Veja como fechou o mercado nesta quarta-feira:

>> Milho: Com menor disponibilidade da oferta, preços sobem até 18% na BM&F Bovespa em fevereiro

Por: Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário