Milho: Mercado recua cerca de 5 pts nesta 6ª na CBOT em realização e pressão adicional do clima nos EUA

Publicado em 13/07/2018 17:11 e atualizado em 16/07/2018 08:17
344 exibições

LOGO nalogo

O mercado do milho na Bolsa de Chicago (CBOT) encerrou esta sexta-feira (13) com baixa próxima de 5 pontos (mais de 1%). Realização de lucros foi registrada na sessão, mas também pesou sobre os preços a previsão de clima favorável no Meio-Oeste dos Estados Unidos. Na semana, a queda acumulada foi de mais de 5% no contrato referência.

O vencimento julho/18 encerrou a sessão com queda de 6,75 pontos, cotado a US$ 3,30 por bushel, enquanto o setembro/18 registrou US$ 3,41 por bushel e queda de 4,50 pontos. O dezembro/18 finalizou o pregão a US$ 3,54 por bushel e o março/19 anotou US$ 3,66 por bushel.

Acompanhando o relatório do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), o cereal avançou mais de 1% na quinta. Com isso, no início dos trabalhos desta sexta-feira, realização de lucros foi registrada no terminal. Além disso, informações sobre a safra americana também deram pressão aos preços na sessão.

"Um relatório altista do USDA está dando lugar ao potencial de aumento da produção sem ameaça climática à vista até o fim da polinização", diz o analista sênior do portal internacional Farm Futures, Bryce Knorr.

Segundo informações da Reuters internacional, o mercado acompanhou as previsões de chuva e temperaturas mais amenas no Meio-Oeste dos Estados Unidos com grande parte da safra entrando em fase de polinização, estágio de desenvolvimento em que o clima pode acabar prejudicando rendimentos.

Mercado interno

As oscilações no mercado físico brasileiro de milho foram curtas nesta sexta-feira, seguindo a movimentação já registrada durante a semana. Em Jataí (GO), a saca fechou estável a R$ 23,00. Já em Campinas (SP), a saca do cereal ficou em R$ 36,60 e também na estabilidade.

Enquanto isso, na região de Sorriso (MT), houve uma queda de 2,70%, com saca cotada a R$ 18,00. Já em Ponta Grossa (PR), o cereal fechou estável, a R$ 35,00. No Oeste da Bahia, a saca do cereal caiu 3,03% no dia, fechando a R$ 32,00.

» Clique e veja as cotações completas de milho

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário