Milho: Bolsa de Chicago fecha segunda-feira com leves quedas

Publicado em 17/12/2018 17:43 e atualizado em 18/12/2018 09:33
224 exibições

LOGO nalogo

A Bolsa de Chicago (CBOT) chegou ao final da segunda-feira (17) apresentando leves quedas próximas da estabilidade. Dessa maneira, as principais cotações futuras registraram desvalorização entre 0,2 e 0,6 pontos. O vencimento dezembro/18 fechou cotado a US$ 3,84 por bushel e o março/19 trabalhava a US$ 3,91 por bushel.

Os Estados Unidos embarcaram, na semana encerrada em 13 de dezembro, 85,060 mil toneladas de milho. O volume ficou dentro do esperado, que era um intervalo de 800 mil a 1,1 milhão de toneladas. E assim, o total já embarcado pelos EUA chega a 15.991,318 milhões, contra pouco mais de 9,2 milhões do mesmo período do ano comercial anterior. Os valores foram divulgados pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos).

Mercado Interno:

Já no mercado interno, as cotações do milho também fecharam o dia estáveis em sua maioria. As únicas praças que apresentaram desvalorização foram Ponta Grosa (PR) com queda de 2,94% e preço de R$ 33,00 e Rondonópolis (MT) com baixa de 1,96% e preço de R$ 25,00.

As altas foram registradas nas cidades de Pato Branco (PR), Primavera do Leste (MT), Tangará da Serra (MT), Campinas (SP), Castro (PR) e Palma Sola (SC) que teve a maior valorização de 3,13% e preço de R$ 33,00.

De acordo com o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) a posição firme de vendedores no mercado tem sustentado os preços do milho na maior parte das regiões, principalmente nas consumidoras. Por outro lado, compradores já estão atentos à perspectiva de disponibilidade recorde na temporada 2018/19, o que faz com que parte desses agentes aguarde melhores oportunidades de negócios – contexto que limita um movimento de alta nos valores. Segundo a Conab, a produção brasileira na próxima temporada deve ser recorde. No geral, os principais estados fornecedores para demandantes paulistas neste período têm sido Mato Grosso do Sul e Goiás. Ainda assim, os produtores destas regiões também já têm elevado os valores de suas ofertas.

Confira as cotações do milho para esta segunda-feira:

>> MILHO

Dólar:

A moeda americana fechou a segunda-feira (17) com leve baixa ante ao real. O dólar recuou 0,26%, a 3,8945 reais na venda, depois de marcar a mínima de 3,8777 reais e a máxima de 3,9303 reais. O dólar futuro caía 0,56%.

Segundo a Agência Reuters, o dólar baixou monitorando a trajetória externa em semana de expectativa pela decisão de política monetária do Federal Reserve e em dia de nova atuação do Banco Central no câmbio. "Até quarta-feira o mercado vai esperar o Fed", resumiu o diretor de câmbio da Ourominas, Mauriciano Cavalcante. "Depois, pode haver espaço para o dólar realizar", acrescentou.

Tags:
Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário