Milho: Bolsa de Chicago encerra terça-feira com quedas nos preços

Publicado em 15/01/2019 17:44 e atualizado em 16/01/2019 09:35
145 exibições

LOGO nalogo

A terça-feira (15) chegou ao final com os preços internacionais do milho apresentando quedas na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações terminaram o dia com desvalorizações entre 6,4 e 7,2 pontos. O vencimento março/19 foi cotado à US$ 3,71 e o maio/19 valeu US$ 3,79.

Segundo a Agência Reuters, os valores do milho seguiram a tendência de baixa do trigo e da soja com a venda técnica acelerando as quedas nos mercados de grãos devido às preocupações de que os Estados Unidos e a China permaneçam bem separados na resolução de uma dura batalha comercial que cortou as importações de soja dos EUA pelo maior comprador do mundo. Além disso, um dólar firme torna as exportações dos EUA menos atraentes para os compradores de outras moedas.

Mercado Interno

Já no mercado interno as principais cotações do milho permaneceram estáveis em sua maioria. Em levantamento realizado pela equipe do Notícias Agrícolas apenas as praças Porto Paranaguá/PR e Ponte Grosa/PR registraram valorizações de 1,41% e 2,94% com valores de R$ 36,00 e R$ 35,00 respectivamente. Por outro lado, Oeste da Bahia e Sorriso/MT apresentaram desvalorizações de 0,74% e 12,79% e preços de R$ 33,50 e R$ 15,00 respectivamente.

De acordo com a XP Investimentos, esse foi mais um dia com muita especulação e poucos negócios confirmados. O avanço da colheita de verão muda as atenções do milho para a soja, deixando uma lacuna no mercado. Intermediários e Silos tentam se aproveitar da baixa liquidez para arbitrar lotes, porém, tanto Produtores quanto Industrias e Granjas pouco ofertam/demandam. Os últimos, inclusive, estão com estoques consideráveis e quando necessitam voltar ao mercado optam por lotes de fora do estado (tributado) para não chamar atenção.

Confira como ficaram as cotações nesta terça-feira:

>> MILHO

Dólar

A moeda americana encerrou a terça-feira em alta diante do real. O dólar avançou 0,71%, a 3,7253 reais na venda, depois de oscilar entre a mínima de 3,6947 reais e a máxima de 3,7285 reais. O dólar futuro subiu 0,76%. Conforme a Agência Reuters, esse movimento foi acompanhando a trajetória da moeda norte-americana no mercado internacional, em dia de expectativa pela votação do Brexit no Parlamento do Reino Unido e tendo como pano de fundo a cautela sobre a guerra comercial Estados Unidos e China.

Tags:
Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário