Poder de compra do frango em 2018 recuou 16% (Avisite)

Publicado em 31/01/2019 18:33 e atualizado em 31/01/2019 20:06
57 exibições

Em 2018, a capacidade do frango vivo para a compra de milho sofreu variações significativas. Exemplificando, na virada do primeiro para o segundo semestre - ocasião em que a cotação do frango vivo retrocedia aos mais baixos níveis do ano e o milho permanecia em alta (o pico de preços de 2018 – R$45,29/saca – foi registrado em maio), uma tonelada de frango vivo adquiria não mais que três toneladas de milho.

Já no início do quarto trimestre (outubro) adquiria-se quase duas toneladas a mais (quase 60% de acréscimo).

E não apenas porque os preços do milho retrocederam (queda próxima de 15% em apenas cinco meses), mas sobretudo porque o frango vivo experimentou forte valorização (mais de 45% no espaço de seis meses).

Porém, considerada a média anual, o poder de compra de uma tonelada de frango vivo situou-se pouco acima das quatro toneladas, volume que significou queda de 16% em relação às 4,9 toneladas registradas na média de 2017.

Alguém poderia argumentar que essa diferença é devida aos baixos preços alcançados pelo milho em 2017. Porém, o poder de compra do frango vivo naquele exercício esteve pouca coisa abaixo do que foi registrado no triênio 2013/2015.
 

Leia a reportagem completa no site Avisite

Tags:
Fonte: Avisite

Nenhum comentário