Excesso de chuva é principal causa dos altos rendimentos do milho na Argentina

Publicado em 18/03/2019 13:11
225 exibições

A colheita de milho na zona agrícola núcleo da Argentina está avançando com rendimentos que superam todas as previsões, inclusive em áreas de aptidão média.

A nível país, segundo a Bolsa de Cereais de Buenos Aires (BCBA), a colheita alcançou 6,4% da área apta e o rendimento médio nacional é de 9170kg por hectare.

No sudoeste de Córdoba, por exemplo, muitas áreas superam os 12000kg por hectare e também se encontram casos de até 14000kg por hectare.

Segundo Juan Pablo Ioele, chefe da unidade de Corral de Bustos do Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária (INTA) da Argentina, o fato de o milho ter recebido mais de 600mm em quase todas as áreas da Zona Núcleo fez com que este cultivo se comportasse como um cultivo irrigado durante toda a campanha, o que explica os altos rendimentos.

Contudo, esse comportamento também tornou o milho mais suscetível a doenças que prejudicaram o encanamento e o espigamento.

Tradução: Izadora Pimenta

Fonte: La Nación

Nenhum comentário