Com foco no clima americano, mercado do milho fecha a sessão desta 5ª com com forte avanço em Chicago

Publicado em 13/06/2019 17:10 e atualizado em 14/06/2019 09:14
690 exibições

LOGO nalogo

As cotações futuras do milho negociadas na Bolsa de Chicago (CBOT) encerraram o pregão desta quinta-feira (13) em campo positivo. Os principais vencimentos do cereal finalizaram o dia com valorizações entre 12,00  e 9,50 pontos. O julho/19 encerrou o pregão a US$ 4,42 por bushel, enquanto o setembro/18 era cotado a US$ 4,47 por bushel.

Segundo análise de Bryce Knorr da Farm Futures, os preços do milho mantiveram os ganhos nesta quinta-feira devido a preocupação com os atrasos no plantio nos Estados Unidos da América. “As previsões indicam as que chuvas vão atingir as regiões produtoras de milho neste fim de semana, trazendo mais volumes significativos para as cidades de Illinois, Indiana, Michigan e Ohio até domingo”, disse Knorr.

Nesta quinta-feira, o novo boletim semanal de vendas para exportação do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) reportou que as vendas semanais de milho, por sua vez, somaram apenas 168,5 mil toneladas da safra velha, contra expectativas de 350 mil a 850 mil toneladas.

No acumulado da temporada, os EUA têm 48.406,7 milhões de toneladas de milho já comprometidas, enquanto eram mais de 56 milhões no ano anterior. O USDA estima as vendas totais dos país em 55,88 milhões de toneladas.

Leia mais:

>> USDA: Vendas semanais de soja e milho dos EUA ficam abaixo das expectativas

Mercado Interno

No mercado interno os preços do milho disponível registrou algumas  movimentações em sua maioria. Com base no levantamento da equipe do Notícias Agrícolas, as cotações na região de Campinas (SP) tiveram um aumento  de 4,01% e fechou o dia cotado a R$ 38,42 a saca. Já no município de Castro/PR, a valorização foi de 4,29% com a saca ao redor de R$ 36,50.

Em contrapartida, na região de Sorriso/MT a queda foi de 4,55%, com a saca de milho a R$ 21,00. Na localidade de São Gabriel do Oeste (MS), a perda foi de 5,45%, com a saca a R$ 26,00.

Em seu boletim diário, a consultoria Agrifatto divulgou que as cotações seguem fortalecidas, apesar do início da colheita da safra de inverno e a expectativa é que  produtores fiquem mais inclinados a entregar os contratos fechados anteriormente, limitando ajustes de preços no spot no curto prazo.

Dólar

A moeda norte-americana encerrou a sessão desta quinta-feira com queda de 0,36%, negociado a R$ 3,8546 na venda. "O dólar caiu ante o real nesta quinta-feira, com o real descolado de pares emergentes e figurando entre os melhores desempenhos na sessão, em meio a renovado otimismo quanto ao encaminhamento da reforma da Previdência", reforçou a Reuters.

Confira como ficaram as cotações nesta quinta-feira:

>> MILHO

Tags:
Por: Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário