Milho abre a quarta-feira com leves baixas, após dois dias de altas em Chicago

Publicado em 02/10/2019 09:29 e atualizado em 02/10/2019 12:06
163 exibições
Mudança veio após INTL FCStone elevar previsão de produtividade

LOGO nalogo

A quarta-feira (02) começa com leves desvalorizações para os preços internacionais do milho futuro na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registravam quedas entre 2,00 e 3,00 pontos por volta das 09h10 (horário de Brasília).

O vencimento dezembro/19 era cotado à US$ 3,89 com desvalorização de 3, o março/20 valia US$ 4,01 com alta de 3,25 pontos, o maio/20 era negociado por US$ 4,06 com queda de 2,50 pontos e o julho/20 tinha valor de US$ 4,09 com perda de 2 pontos.

Segundo informações da Successful Farming, as cotações foram mais baixas nas negociações do dia para a noite, depois que a INTL FCStone elevou sua previsão de produção de milho americano em relação às perspectivas anteriores.

A pesquisa divulgada na terça-feira apontou que é esperada uma produtividade de milho de cerca de 169,3 bushels por acre (177 sacas por hectare). Isso é superior à previsão de setembro de 168,4 bushels por acre (176,1 sacas por hectare).

De acordo com o analista Tony Dreibus, o declínio nos preços é uma mudança após os relatórios mais positivos de segunda-feira do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), que reduziram os estoques americanos abaixo das estimativas do mercado.

Relembre como fechou o mercado na última terça-feira:

>> Milho fecha terça-feira em alta na Bolsa de Chicago ainda como reflexo dos relatórios do USDA

Tags:
Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário