Milho abre a sexta-feira com Chicago em baixa no aguardo de novas negociações China-EUA

Publicado em 04/10/2019 09:07 e atualizado em 04/10/2019 12:21
199 exibições
Delegação chinesa vai aos EUA na próxima semana

LOGO nalogo

A sexta-feira (04) começa com desvalorizações para os preços internacionais do milho futuro na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registravam quedas entre 1,25 e 2,25 pontos por volta das 08h54 (horário de Brasília).

O dezembro/19 era cotado à US$ 3,86 com queda de 2 pontos, o março/20 valia US$ 3,98 com desvalorização de 2,25 pontos, o maio/20 era negociado por US$ 4,04 com perda de 2 pontos e o julho/20 tinha valor de US$ 4,07 com baixa de 1,25 pontos.

Segundo informações da Successful Farming, os grãos foram ligeiramente mais baixos no comércio da noite para o dia, devido a preocupações com as próximas negociações comerciais entre os Estados Unidos e a China.

Uma delegação chinesa liderada pelo vice-primeiro-ministro Liu He é esperada em Washington na próxima semana. O presidente Donald Trump disse em um discurso ontem que os lados se reunirão, mas se a China “não fizer o que queremos, teremos um tremendo poder”.

“As negociações da próxima semana serão as 13º negociações de alto nível desde que a guerra comercial começou há mais de um ano. Ainda assim, a China continua comprando soja nos EUA.”, comenta o analista Tony Dreibus.

Relembre como fechou o mercado na última quinta-feira:

>> Milho encerra a quinta-feira com leves altas na Bolsa de Chicago

 

Tags:
Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário