HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Demanda fraca deixa milho desvalorizado em Chicago nesta segunda-feira

Publicado em 11/11/2019 12:01
260 exibições
Mercado caiu em 6 das últimas 7 sessões

LOGO nalogo

A Bolsa de Chicago (CBOT) segue operando em baixa para os preços internacionais do milho futuro nesta segunda-feira (11). As principais cotações registravam quedas entre 1,00 e 1,50 pontos por volta das 11h47 (horário de Brasília).

O vencimento dezembro/19 era cotado à US$ 3,75 com desvalorização de 1,50 pontos, o março/20 valia US$ 3,85 com perda de 1 ponto, o maio/20 era negociado por US$ 3,92 com baixa de 1,50 pontos e o julho/20 tinha valor de US$ 3,98 com queda de 1,50 pontos.

Segundo informações do site internacional Farm Futures, os preços do milho estão mais baixos, devolvendo os ganhos modestos de sexta-feira, com os contratos futuros de dezembro lutando para manter o suporte na parte inferior da tendência de baixa, que se iniciou a partir de outubro.

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) reduziu sua estimativa da safra 2019 abaixo do esperado na sexta-feira, reduzindo a produção em apenas 118 milhões de bushels (2,997 milhões de toneladas). E os estoques finais projetados caíram apenas 10 milhões (254.000 toneladas), com a demanda mais fraca por uso de ração, etanol e exportações compensando os bushels perdidos.

“As preocupações com a demanda interna e externa continuam pairando sobre o mercado, que caiu em seis das sete sessões anteriores”, aponta Mark Weinraub da Reuters Chicago.

B3

Já a bolsa brasileira abre a semana operando com leves altas para os futuros do milho. As principais cotações registravam ganhos entre 0,47% e 0,91% por volta das 10h35 (horário de Brasília).

O vencimento novembro/19 era cotado à R$ 43,20 com alta de 0,47%, o janeiro/20 valia R$ 45,44 com valorização de 0,91% e o março/20 era negociado por R$ 45,30 com ganho de 0,89%.

Tags:
Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário