Cotação do milho começa a 4ªfeira recuando na B3

Publicado em 20/01/2021 09:33 e atualizado em 20/01/2021 11:53 519 exibições
Chicago despenca com vendas e chuvas na América do Sul

LOGO nalogo

A quarta-feira (20) começa com os preços futuros do milho recuando na Bolsa Brasileira (B3). As principais cotações registravam movimentações negativas entre 0,80% e 1,11% por volta das 09h21 (horário de Brasília).

O vencimento março/21 era cotado à R$ 88,00 com queda de 1,11%, o maio/21 valia R$ 84,50 com perda de 1,11%, o julho/21 era negociado por R$ 78,29 com estabilidade e o setembro/21 tinha valor de R$ 75,40 com baixa de 0,80%.

Mercado Externo

A Bolsa de Chicago (CBOT) também iniciou a quarta-feira caindo para os preços internacionais do milho futuro. As principais cotações registravam movimentações negativas entre 8,50 e 12,00 pontos por volta das 09h17 (horário de Brasília).

O vencimento março/21 era cotado à US$ 5,14 com queda de 11,75 pontos, o maio/21 valia US$ 5,16 com desvalorização de 12,00 pontos, o julho/21 era negociado por US$ 5,13 com perda de 12,00 pontos e o setembro/21 tinha valor de US$ 4,69 com baixa de 8,50 pontos.

Segundo o site internacional Successful Farming, os grãos despencaram nas negociações da madrugada com a venda de especuladores e as chuvas na América do Sul.

De acordo com a Commodity Futures Trading Commission, investidores especulativos cortam suas posições compradas líquidas, ou apostas em preços mais altos, para o nível mais baixo desde agosto.

"As chuvas nos últimos dias em vários estados em crescimento no Brasil e em áreas da Argentina provavelmente melhoraram a umidade do solo", disse Donald Keeney, meteorologista agrícola da Maxar.

Relembre como fechou o mercado na última terça-feira:

>> Preço do milho se movimenta pouco no físico com “negócios apenas para necessidades urgentes”

Por:
Guilhreme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário