Milho abre a terça-feira buscando a recuperação na B3

Publicado em 02/03/2021 09:16 e atualizado em 02/03/2021 11:57 1164 exibições
Chicago estende perdas nas cotações

LOGO nalogo

A terça-feira (02) começa com os preços futuros do milho buscando a recuperação na Bolsa Brasileira (B3). As principais cotações registravam movimentações positivas entre 0,01% e 0,37% por volta das 09h14 (horário de Brasília).

O vencimento março/21 era cotado à R$ 88,00 com alta de 0,01%, o maio/21 valia R$ 88,90 com elevação de 0,23%, o julho/21 era negociado por R$ 83,95 com ganho de 0,12% e o setembro/21 tinha valor de R$ 80,55 com valorização de 0,37%.

Mercado Externo

Já a Bolsa de Chicago (CBOT) estendeu as perdas para os preços internacionais do milho futuro nesta terça-feira. As principais cotações registravam movimentações negativas entre 2,75 e 4,25 pontos por volta das 08h59 (horário de Brasília).

O vencimento março/21 era cotado à US$ 5,43 com desvalorização de 4,25 pontos, o maio/21 valia US$ 5,34 com baixa de 3,50 pontos, o julho/21 era negociado por US$ 5,23 com perda de 3,75 pontos e o setembro/21 tinha valor de US$ 4,83 com queda de 2,75 pontos.

Segundo informações do site internacional Successful Farming, os preços do milho caíram no comércio da madrugada, devido aos sinais de queda na demanda externa por suprimentos dos Estados Unidos.

A publicação desta que as exportações de produtos agrícolas não registraram vendas de 100.000 toneladas  ou mais para compradores offshore desde 12 de fevereiro, de acordo com o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos).

"O USDA disse na semana passada que as vendas de exportação de milho nos sete dias que terminaram em 18 de fevereiro atingiram a baixa do ano comercial de 453.300 toneladas e que as vendas de soja despencaram 63% semana a semana", relata o analista Tony Dreibus.

Relembre como fechou o mercado na última segunda-feira:

>> Preço do milho começa a semana em baixa nas bolsas

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário