Milho abre a terça-feira mantendo altas na B3

Publicado em 20/04/2021 09:22 e atualizado em 20/04/2021 11:59 1485 exibições
Chicago estende ganhos enquanto frio prejudica trabalhos em campo nos EUA

LOGO nalogo

A terça-feira (20) começa com os preços futuros do milho subindo na Bolsa Brasileira (B3). As principais cotações registravam movimentações positivas entre 0,13% e 0,74% por volta das 09h18 (horário de Brasília). 

O vencimento maio/21 era cotado à R$ 103,66 com elevação de 0,13%, o julho/21 valia R$ 100,20 com ganho de 0,40%, o setembro/21 era negociado por R$ 95,75 com alta de 0,47% e o novembro/21 tinha valor de R$ 96,65 com valorização de 0,74%. 

Para o analista de mercado da Brandalizze Consulting, Vlamir Brandalizze, o mercado do milho segue firme acompanhando o mercado internacional que também está bom. No Brasil, resta quase nada de volumes da primeira safra e aqueles que tem milho não estão vendendo.  

“Quem está dominando o jogo é o produtor e ele vai seguir dominando. A safrinha está seca com chuvas pontuais no Paraná, com problemas em algumas partes do Mato Grosso que está com um mês de atraso. Temos ainda o resto de abril, maio inteiro e até a metade de junho até entrar a safrinha e com o mercado sem vendedor", diz.  

Brandalizze ressalta ainda que, uma chuva regular que de condições de recuperação para as lavouras que ainda estão sadias ainda pode modificar essas condições. Mas que por enquanto, os preços do milho atingem seus maiores índices históricos com o balcão das cooperativas do Paraná oferecendo entre R$ 94,00 e R$ 95,00. 

Mercado Externo 

Os preços internacionais do milho futuro também abriram o dia em alta na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registravam movimentações positivas entre 4,75 e 6,25 pontos por volta das 09h05 (horário de Brasília). 

O vencimento maio/21 era cotado à US$ 5,98 com valorização de 6,25 pontos, o julho/21 valia US$ 5,86 com ganho de 5,75 pontos, o setembro/21 era negociado por US$ 5,42 com elevação de 4,75 pontos e o dezembro/21 tinha valor de US$ 5,25 com alta de 5,25 pontos. 

Segundo informações do site internacional Successful Farming, os grãos dispararam no comércio da noite, à medida que o clima extremamente frio atinge grande parte do meio-oeste e das planícies dos Estados Unidos. 

“Avisos de congelamento foram emitidos de hoje à noite até quarta-feira para grande parte do meio-oeste. Isso pode afetar as plantas que já emergiram do solo”, destaca o analista Tony Dreibus. 

Cerca de 8% da safra total de milho dos Estados Unidos foi plantada até domingo e 2% da safra já havia surgido, segundo o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos). Isso se compara com a média de cinco anos anteriores de 8% plantado e 1% emergido. 

A maior parte do que saiu do solo está no Texas, mas tanto o milho do Kansas quanto o do Missouri tiveram 1% do milho emergido no início da semana, disse o USDA em um relatório ontem. 

Relembre como fechou o mercado na última segunda-feira: 

+ Milho: 2ªfeira acaba com futuros novamente valorizados na B3

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário