Milho: B3 segue em alta nesta 5ªfeira

Publicado em 10/06/2021 11:47 e atualizado em 10/06/2021 16:40 518 exibições
Chicago também sobe após aumento na produção de etanol

LOGO nalogo

A Bolsa Brasileira (B3) segue contabilizando ganhos para os preços futuros do milho nesta quinta-feira (10). As principais cotações registravam movimentações positivas entre 0,58% e 1,03% por volta das 11h42 (horário de Brasília).

O vencimento julho/21 era cotado à R$ 94,75 com elevação de 0,58%, o setembro/21 valia R$ 97,61 com alta de 0,89%, o novembro/21 era negociado por R$ 98,99 com valorização de 1,03% e o janeiro/22 tinha valor de R$ 100,70 com ganho de 0,90%.

Os contratos do cereal brasileiro buscando uma recuperação na B3 após encerraram a quarta-feira em desvalorização diante do início pontual da colheita, conforme aponta a análise da Agrifatto Consultoria.

Mercado Externo

Os preços internacionais do milho futuro também permanecem com sua tendência altista nesta quinta-feira na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registravam movimentações positivas entre 7,25 e 16,75 pontos por volta das 11h32 (horário de Brasília).

O vencimento julho/21 era cotado à US$ 7,07 com valorização de 16,75 pontos, o setembro/21 valia US$ 6,38 com ganho de 6,00 pontos, o dezembro/21 era negociado por US$ 6,17 com elevação de 7,75 pontos e o março/22 tinha valor de US$ 6,23 com alta de 7,25 pontos.

Segundo informações do site internacional Farm Futures, o otimismo residual do aumento da produção de etanol, conforme anunciado ontem no relatório semanal do Petroleum Inventory Status do US Energy Information Administration, continuou a emprestar um ramo para preços mais altos nesta manhã. 

Por outro lado, a publicação destaca que, os ganhos foram limitados pelo aumento da competição de exportação da Índia para o Sudeste Asiático, bem como pelas chuvas antecipadas nas planícies do norte e no alto meio-oeste, afetadas pela seca.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário