B3 opera próxima da estabilidade para o milho nesta 6ªfeira

Publicado em 17/09/2021 11:50 161 exibições
Chicago também recua com custo de frete e colheita

Logotipo Notícias Agrícolas

As movimentações dos preços futuros do milho estão bastante restritas na Bolsa Brasileira (B3) com as principais cotações registrando flutuações negativas e próximas da estabilidade nesta sexta-feira (17).

Por volta das 11h49 (horário de Brasília), o vencimento novembro/21 era cotado à R$ 92,96 com baixa de 0,10%, o janeiro/22 valia R$ 94,01 com queda de 0,18%, o março/22 era negociado por R$ 93,89 com perda de 0,17% e o maio/22 tinha valor de R$ 90,70 com alta de 0,01%.

Mercado Externo

Os preços internacionais do milho futuro se mantiveram em queda nesta sexta-feira na Bolsa de Chicago (CBOT) por volta das 11h37 (horário de Brasília).

O vencimento dezembro/21 era cotado à US$ 5,25 com desvalorização de 3,75 pontos, o março/22 valia US$ 5,33 com baixa de 3,25 pontos, o maio/22 era negociado por US$ 5,38 com queda de 3,00 pontos e o julho/22 tinha valor de US$ 5,36 com perda de 3,00 pontos.

Segundo informações do site internacional Farm Futures, o aumento dos custos de frete no Golfo e a pressão da colheita pesaram sobre os futuros do milho em Chicago esta manhã. 

Por outro lado, a publicação destaca que os complexos de biocombustíveis e de exportação ofereceram pouco suporte por meio da demanda.

"No entanto, salvo qualquer notícia de baixa hoje, o complexo do milho se recuperou firmemente da queda abaixo de US$ 5,00 / bushel desta semana, oferecendo aos agricultores algumas oportunidades de venda lucrativas antes da atividade de pico da colheita", explica a analista Jacqueline Holland.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário