Milho se sustenta levemente elevado na B3 nesta 2ªfeira

Publicado em 29/11/2021 11:50 211 exibições
Chicago cai de olho na Covid-19, mas exportação ainda dá suporte

Logotipo Notícias Agrícolas

Os preços futuros do milho se mantêm levemente mais altos na Bolsa Brasileira (B3) nesta segunda-feira. As principais cotações começam a semana operando entre R$ 82,00 e R$ 89,00 por volta das 11h49 (horário de Brasília).

O vencimento janeiro/22 era cotado à R$ 89,10 com alta de 0,22%, o março/22 valia R$ 82,29 com elevação de 0,33%, o maio/22 era negociado por R$ 85,70 com valorização de 0,35% e o julho/22 tinha valor de R$ 82,25 com ganho de 0,17%.

Mercado Externo

Já os preços internacionais do milho futuro perderam força nesta segunda-feira e passaram a operar de maneira negativa na Bolsa de Chicago (CBOT) por volta das 11h38 (horário de Brasília).

O vencimento dezembro/21 era cotado à US$ 5,82 com perda de 4,75 pontos, o março/22 valia US$ 5,86 com desvalorização de 5,00 pontos, o maio/22 era negociado por US$ 5,90 com baixa de 4,75 pontos e o julho/22 tinha valor de US$ 5,91 com queda de 4,25 pontos.

Segundo informações do site internacional Farm Futures, os futuros do milho vacilaram enquanto os observadores do mercado avaliavam os riscos econômicos potenciais para a recuperação global após a descoberta da nova variante do COVID-19, o Ômicron.

“Os preços futuros de Chicago ficaram inalterados para um centavo mais baixo à última vista”, destaca a analista Jacqueline Holland.

A publicação destaca ainda que, por outro lado, as perdas foram provavelmente limitadas pelas fortes perspectivas de exportação do relatório de vendas de exportação da semana passada e uma recuperação dos mercados de energia nesta manhã.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário