Dólar e Chicago ajudam a sustentar altas nos preços do milho no MS, aponta Famasul

Publicado em 12/01/2022 14:09 76 exibições
Até o momento estado vendeu 81% do produzido na safrinha de 2021

Logotipo Notícias Agrícolas

A Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária do Mato Grosso do Sul) divulgou seu Boletim Semanal da Casa Rural apontado que o preço médio da saca de milho no estado subiu durante a primeira semana do ano.

Entre os dias 03 e 10 de janeiro, a saca do cereal no Mato Grosso do Sul passou de R$ 81,75 para R$ 83,50 uma elevação semanal de 2,14%.

“A manutenção de dólar alto e valorização no mercado internacional justificam os preços em alta”, explica a Famasul.

Na comparação anual, o Mato Grosso do Sul registrou valorização de 14,93% entre o preço médio de janeiro/22 de R$ 82,29 a saca e o patamar contabilizado em janeiro/21 de R$ 71,67.

Até este momento, os produtores sul-mato-grossenses negociaram 81% de toda a produção da segunda safra de 2021, um índice 7 pontos percentuais acima do registrado no mesmo período do ano passado para a safrinha de 2020.
 

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário