Milho ganha um pouco de força nesta 3ªfeira e tem leves altas na B3

Publicado em 01/02/2022 11:51
Chicago segue positiva de olho no clima da América do Sul

Logotipo Notícias Agrícolas

Os preços futuros do milho ganharam um pouco de força nesta terça-feira (01) e passaram a operar em campo levemente positivo na Bolsa Brasileira (B3) por volta das 11h42 (horário de Brasília).

O vencimento março/22 era cotado à R$ 98,76 com estabilidade, o maio/22 valia R$ 96,99 com ganho de 0,09%, o julho/22 era negociado por R$ 91,34 com elevação de 0,25% e o setembro/22 tinha valor de R$ 90,10 com alta de 0,08%.

De acordo com a análise diária da Agrifatto Consultoria, “as negociações envolvendo o milho iniciaram a semana travadas, enquanto as pontas aguardam melhores condições os preços se mantem nos R$ 97,50/sc em Campinas/SP”.

Mercado Externo

Já a Bolsa de Chicago (CBOT) segue da mesma maneira com que começou a terça-feira, contabilizando movimentações positivas para os preços internacionais do milho futuro por volta das 11h38 (horário de Brasília).

O vencimento março/22 era cotado à US$ 6,34 com valorização de 8,25 pontos, o maio/22 valia US$ 6,32 com alta de 7,75 pontos, o julho/22 era negociado por US$ 6,26 com ganho de 7,50 pontos e o setembro/22 tinha valor de US$ 5,89 com elevação de 3,50 pontos.

Segundo informações do site internacional Farm Futures, os preços futuros do milho foram mais altos nesta manhã, voltando a subir após atingirem uma alta de sete meses durante o pregão de ontem.

“A força dos futuros foi atribuída em grande parte às preocupações com o clima na América do Sul, especificamente para a segunda safra de milho do Brasil, que é vendido principalmente para mercados de exportação”, explica a analista Jacqueline Holland.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário