B3 permanece altista para o milho nesta 2ªfeira

Publicado em 07/02/2022 11:49
Chicago sobe seguindo a soja, mas plantio no Brasil limita

Logotipo Notícias Agrícolas

A Bolsa Brasileira (B3) segue sendo positiva para os preços futuros do milho que operavam em campo altista por volta das 11h49 (horário de Brasília) desta segunda-feira (07).

O vencimento março/22 era cotado à R$ 98,30 com alta de 1,60%, o maio/22 valia R$ 96,00 com valorização de 1,89%, o julho/22 era negociado por R$ 91,24 com ganho de 1,20% e o setembro/22 tinha valor de R$ 90,26 com elevação de 1,20%.

Mercado Externo

A segunda-feira também permanece altista para os preços internacionais do milho futuro, que se mantêm positivos na Bolsa de Chicago (CBOT) por volta das 11h35 (horário de Brasília).

O vencimento março/22 era cotado à US$ 6,29 com alta de 9,25 pontos, o maio/22 valia US$ 6,31 com valorização de 9,75 pontos, o julho/22 era negociado por US$ 6,28 com elevação de 9,50 pontos e o setembro/22 tinha valor de US$ 5,93 com ganho de 7,00 pontos.

Segundo informações do site internacional Farm Futures, o milho seguiu ganhos no mercado de soja durante a noite, bem como uma forte abertura nos mercados chineses. Por outro lado, os ganhos foram limitados pelo avanço do plantio de milho segunda safra no Brasil, que parece estar muito mais à frente do ano passado, apesar das chuvas prematuras atrasarem a colheita de soja no país.

A consultoria AgRural indica que 18% da safra de milho da primeira safra do país já foi colhida, um aumento de 4% em relação ao mesmo período do ano passado. Já o plantio de milho segunda safra na região Centro-Sul do Brasil está projetado em 24%, acima dos 3% do ano passado.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário