Milho sobe entre 4,25 e 4 pontos na CBOT nesta manhã de 6ª feira

Publicado em 11/02/2022 09:36 e atualizado em 12/04/2022 11:30
Na B3, preços operam no campo misto e com curtas oscilações, apesar de retomada dos R$ 99/sc

Logotipo Notícias Agrícolas

Os preços do açúcar operavam com altas entre 5 e 4,25 pontos nesta manhã de sexta-feira  (11) na Bolsa de Chicago (CBOT). O mercado tem ajuste de posições ante a véspera, além de seguir as informações da América do Sul.

Às 09h30 (horário de Brasília), o vencimento março/22 era cotado a US$ 6,46 com alta de 4,25 pontos, o maio/22 valia US$ 6,44 com valorização de 4,25 pontos e o julho/22 era negociado a US$ 6,39 com salto de 4 pontos.

Apesar de recuar na véspera, o que já garante alta em ajuste de posições no mercado nesta manhã, os operadores no cereal continuam atentos aos temores relacionados com a seca na América do Sul com impactos na oferta.

Na Argentina, a Bolsa de Cereais de Buenos Aires cortou sua estimativa de 2021/22 para 51 milhões de toneladas, ante 57 milhões anteriormente.

Já a bolsa de grãos de Rosário, segundo a Reuters, disse que o clima seco e as escassas esperanças de chuvas significativas para o resto do mês estão acendendo temores de um “desastre produtivo” na Argentina igual 2018.

MERCADO NA B3

O milho inicia o dia em campo misto na Bolsa Brasileira (B3), sem uma tendência definida de preços, além de ter curtas oscilações. O exterior segue impactando nas negociações.

O vencimento março/22 era cotado a R$ 98,44 com alta de 0,09%, o maio/22 valia R$ 96,10 com valorização de 0,01% e o julho/22 era negociado a R$ 91,46 com recuo de 0,03%.

» Clique e veja as cotações completas do milho

Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário