Milho abre a quarta-feira recuando na B3 e de olho na safrinha

Publicado em 13/04/2022 09:27
Chicago também começa em baixa enquanto realiza lucros

Logotipo Notícias Agrícolas

A quarta-feira (13) começa com os preços futuros do milho recuando na Bolsa Brasileira (B3). As principais cotações flutuavam na faixa entre R$ 86,00 e R$ 89,00 por volta das 09h21 (horário de Brasília).

O vencimento maio/22 era cotado à R$ 86,95 com desvalorização de 1,43%, o julho/22 valia R$ 87,15 com queda de 1,19%, o setembro/22 era negociado por R$ 88,00 com perda de 1,07% e o novembro/22 tinha valor de R$ 89,70 com baixa de 0,70%.

Para o analista de mercado da Brandalizze Consulting, Vlamir Brandalizze, a segunda safra evolui bem, traz boas perspectivas e pode causar alguma pressão sobre as cotações, ou ao menos limitar seu potencial de altas. 

“Os preços estão estáveis há alguns dias, então não há muitos negócios com milho. Os grandes compradores estão vendo que a safrinha vai bem, não querendo pagar mais do que se oferece, esperando pela safrinha”, explica

Mercado Externo

A Bolsa de Chicago (CBOT) também abriu a quarta-feira mais negativa para os preços internacionais do milho futuro, que recuavam por volta das 09h14 (horário de Brasília).

O vencimento maio/22 era cotado à US$ 7,72 com perda de 4,00 pontos, o julho/22 valia US$ 7,69 com baixa de 3,25 pontos, o setembro/22 era negociado por US$ 7,42 com queda de 1,50 pontos e o dezembro/22 tinha valor de US$ 7,31 com alta de 0,50 pontos.

Segundo informações da Agência Reuters, o milho recuou de uma alta de cinco semanas, com os investidores travando os lucros enquanto observavam de perto a alta de quase sete semanas em meio à crise Rússia-Ucrânia.

Relembre como fechou o mercado na última terça-feira

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário