Milho começa a 5ªfeira próximo da estabilidade na B3

Publicado em 14/04/2022 09:22
Chicago abre o dia estendendo os ganhos

Logotipo Notícias Agrícolas

A quinta-feira (14) começa com os preços futuros do milho operando próximos da estabilidade e flutuando em campo misto na Bolsa Brasileira (B3) por volta das 09h20 (horário de Brasília).

O vencimento maio/22 era cotado à R$ 87,75 com queda de 0,36%, o julho/22 valia R$ 88,28 com perda de 0,23%, o setembro/22 era negociado por R$ 89,30 com alta de 00,2% e o novembro/22 tinha valor de R$ 91,09 com ganho de 0,43%.

Para o analista de mercado da Brandalizze Consulting, Vlamir Brandalizze, o mercado de milho no Brasil hoje acontece somente nos portos, enquanto no interno os consumidores seguem aguardando a chegada da safrinha.

“Ninguém quer se posicionar. No CIF do Sul está em R$ 90,00 e sem girar muita coisa. No porto hoje está de R$ 88,00 para a posição de julho até R$ 92,00 para a posição de dezembro. Mercado está estável e sem novidades”, pontua.

Mercado Externo

A Bolsa de Chicago (CBOT) abriu os trabalhos neste último dia de pregão da semana com os preços internacionais do milho futuro ampliando as movimentações positivas por volta das 09h07 (horário de Brasília).

O vencimento maio/22 era cotado à US$ 7,87 com valorização de 3,50 pontos, o julho/22 valia US$ 7,80 com alta de 2,25 pontos, o setembro/22 era negociado por US$ 7,49 com elevação de 2,00 pontos e o dezembro/22 tinha valor de US$ 7,38 com ganho de 2,75 pontos.

Segundo informações da Agência Reuters, os futuros de milho dos Estados Unidos ampliaram os ganhos nas negociações asiáticas nesta quinta-feira, uma vez que as preocupações com a oferta global apertada e as perspectivas incertas de produção em meio à guerra Rússia-Ucrânia elevaram os preços.

Relembre como fechou o mercado na última quarta-feira:

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário