Brasil já exportou 93% mais milho do que em abril/21 aproveitando espaço deixado pela Ucrânia, aponta analista

Publicado em 25/04/2022 15:41
Preço recebido por tonelada também cresceu 35% de um ano para o outro

Logotipo Notícias Agrícolas

Os 14 primeiros dias úteis de abril registram o embarque de 253.090,8 toneladas pelo Brasil de milho não moído, exceto milho doce, de acordo com o relatório divulgado pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, por meio da Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

Sendo assim, o volume acumulado neste período já corresponde a 93,38% mais do que as 130.876,3 toneladas que foram exportadas durante todo o mês de abril de 2021.

“Normalmente em abril a gente não tem exportação de milho, sai apenas alguma coisa do Sul do país. De repente você teve essa demanda extra que veio muito rápido e depois voltou, mas o Brasil ainda pode se aproveitar da demanda diante da queda de 50% na produção da Ucrânia”, aponta Roberto Carlos Rafael da Germinar Corretora.

Com isso, a média diária de embarques ficou em 18.077,9 toneladas, o que na comparação ao mesmo período do ano passado, representou aumento de 176,3% com relação as 6.543,8 do mês de abril de 2021.  
  
Em termos financeiros, o Brasil arrecadou um total de US$ 83,632 milhões no período, contra US$ 31,838 milhões de todo abril do ano passado. Já na média diária, o atual mês contabilizou elevação de 275,3% ficando com US$ 4,973 milhões por dia útil contra US$ 1,591 milhão no último mês de abril.  

Outro item que subiu na comparação anual foi o preço por tonelada obtido cresceu 35,8% no período, saindo dos US$ 243,30 no ano passado para US$ 330,40 neste mês de abril.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário