Previsão de novos leilões anima produtores de milho da região Oeste

Publicado em 19/03/2010 09:35 547 exibições
Os técnicos do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), em reunião da Câmara Setorial do Milho e Sorgo, da qual faz parte a Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), sinalizaram para a realização de novos leilões do Prêmio de Escoamento da Produção (PEP) e do Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (Pepro) para a região Oeste nos próximos 30 dias. A reunião aconteceu no último dia 11, em Brasília, na sede do Mapa.


Além da comercialização do milho, a Câmara Setorial se reuniu para traçar uma agenda estratégica com o objetivo de buscar soluções para resolver os problemas de logística para a exportação do milho, normas de classificação e aumentar a produtividade do cereal.


Segundo o vice-presidente da Aiba, Sérgio Pitt, o Ministério da Agricultura vai efetuar um leilão de Pepro, e, após 15 dias, alternadamente, um leilão de PEP. “A continuidade dependerá do comportamento do mercado, com garantia de no mínimo mais 250 mil toneladas de milho”, explica. Pitt salienta ainda que, por sugestão da Aiba, será estudada a possibilidade de aumentar o prêmio de PEP quando o produto for comercializado para exportação, visando a equalizar as despesas alfandegárias.
De acordo com o representante da Aiba na Câmara Setorial, Celestino Zanella, foi traçado um cenário da atual situação do milho na Bahia e se constatou uma estagnação de pelo menos oito anos na área plantada. “Isso se deve à oscilação dos preços que ocorre de forma muito rápida, tirando do produtor a segurança para efetuar o plantio. A previsão dos novos leilões certamente vai movimentar a comercialização do milho para os produtores baianos”, disse Zanella.


Também participaram da reunião o conselheiro técnico da Aiba, Antônio Grespan, os produtores Luiz Carlos Bergamaschi, Clovis Ceolin, Marcelo Kappes, e o representante do Sindicato Rural de Luís Eduardo Magalhães, Marcelino Kuhnen.

Tags:
Fonte:
Jornal Fronteira

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário