Queda em subsídios do milho em Lucas e Sorriso cai de 35 a 41%

Publicado em 09/07/2010 15:52 360 exibições
A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) realizou hoje mais um leilão de Prêmio de Escoamento de Produto (PEP) para milho. Em Mato Grosso, que pela primeira vez negociou toda a oferta de subsídio para 600 mil toneladas, o deságio nos prêmios foi maior nas duas maiores áreas agrícolas do Estado, no Norte, em Lucas do Rio Verde e Sorriso. Na região 1, com oferta de 175 mil toneladas, o subsídio chegou a cair 41,2%, de R$ 6,84/saca para R$ 3,99/saca. Na região 2, o volume era de 125 mil toneladas, e o prêmio passou de R$ 6,24/saca para R$ 4,074/saca, queda de 35,7%.


Nas cinco operações da Conab, desde o fim de maio, é a primeira vez que a demanda geral atinge 100%. O melhor resultado tinha sido na semana passada, com 96% da oferta total. Foram negociados cerca de 970 mil toneladas dos Estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Goiás e Distrito Federal. O valor total da operação chegou a R$ 62,501 milhões.

A grande disputa pelos subsídios ofertados pelo governo fez com que os prêmios chegasse a cair 50%. Na região 1 do Paraná, que engloba os municípios mais próximos do porto, o valor do prêmio teve redução de 49,2%, de R$ 3,72/saca para R$ 1,89/saca.

A Conab também realizou hoje também mais um leilão de Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (Pepro) para milho. Diferentemente do leilão de PEP, o PEPRO negociou 35,07 mil toneladas, somente 25% do que foi ofertado, 140 mil toneladas ofertadas do oeste da Bahia (120 mil t), do Maranhão (10 mil t) e do Piauí (10 mil t). Nas outras oportunidades, a comercialização não foi inferior a 70%.
Tags:
Fonte:
Só Notícias

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário