China é capaz de garantir abastecimento de milho

Publicado em 15/09/2010 13:14
344 exibições
A China pode garantir o abastecimento de milho, já que a oferta e a procura do grão são equilibradas. Além disso, os fundamentos de mercado não são conducentes para o preço subir na segunda metade do ano, afirmou uma alta funcionária de cereais nesta quarta-feira.

Zeng Liying, vice-diretora da Administração de Cereais do Estado (ACE), fez as declarações em um discurso na quarta Conferência Internacional da Indústria de Milho, que teve início nesta quarta-feira em Dalian, cidade portuária na Província de Liaoning, no nordeste da China.

Zeng expressou que a China é capaz de garantir a autossuficiência em alimento.

"A demanda e o abastecimento de cereais estão basicamente em equilíbrio na China", disse ela. "Nós temos abastecimento suficiente, ou algum superávit, de trigo e outros produtos principais de alimento, com exceção de soja".

No caso de milho, o abastecimento ainda excede a demanda da China, já que a produção tem se estabilizado nos últimos anos, Zeng disse quando fazia comentário sobre o aumento de preços desses grãos em meses recentes.

Conforme os dados da ACE, os preços de milho aumentaram rapidamente desde março até o início de maio e, mais tarde, baixaram um pouco no fim de maio, depois que o governo chinês fortaleceu o macrocontrole do mercado de milho para restringir a especulação.

Mas os preços de milho permaneceram crescentes novamente em junho e ultrapassaram 2.100 yuans (cerca de US$ 312) por tonelada em agosto.

"Nós temos abundantes reservas de milho graças às boas colheitas em 2008 e 2009", Zeng disse, "Por isso, não há nenhum problema para fornecer os grãos ao mercado".

A China, principal produtor e consumidor de milho do mundo, produziu um recorde de 165,91 milhões de toneladas de milho em 2008 e 163,97 milhões de toneladas em 2009.
Tags:
Fonte: CRI Online

Nenhum comentário