Milho: A espera de números reduzidos do USDA, milho encerra a terça-feira com maior alta em quase uma semana na CBOT

Publicado em 06/10/2010 07:29
364 exibições
Os contratos futuros do milho registraram ontem a maior alta em quase uma semana, com especulações de que os Estados Unidos - o maior produtor e exportador mundial do cereal - reduzirão sua perspectiva de colheita em decorrência das enchentes e do clima quente que danificaram as lavouras. Além disso, a desvalorização do dólar também contribuiu para o resultado. Pesquisa da Bloomberg News prevê uma queda de produção para 12,9 bilhões de bushels em relação ao recorde de 13,11 bilhões do ano passado. Na bolsa de Chicago, os papéis para março de 2011 fecharam a US$ 5,0175 por bushel, alta de 18,75 centavos. No mercado interno, o indicador Esalq/BM&FBovespa para a saca de 60 quilos ficou em R$ 23,99, com variação diária de 0,12%.
Tags:
Fonte: Valor Econômico

Nenhum comentário