Pressionada por pecuaristas e representantes de indústrias, Conab promete enviar milho ao CE

Publicado em 08/10/2010 07:50
395 exibições
A remoção de 52 mil toneladas de milho pela Conab para o Ceará ainda não tem data definida para acontecer.
Pressionada por pecuaristas, representantes de indústrias de transformação de alimentos e por parlamentares cearenses, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) anunciou ontem (7), a realização no próximo dia 18, de um leilão eletrônico para contratação dos serviços de transporte para a remoção de 52 mil toneladas de milho em grãos para o Ceará. O novo estoque, que vem sendo reclamado há meses, será destinado às cidades de Crateús, Iguatu, Juazeiro do Norte, Sobral, Senador Pompeu, Russas, Maracanaú.

A solução emergencial para o abastecimento dos pecuaristas - avicultores, suinocultores, caprinocultores - foi confirmada na tarde de ontem, pelo senador cearense Inácio Arruda, logo após conversar com o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Wagner Gonçalves Rossi, e com o presidente Nacional da Conab, Alexandre Magno Franco de Aguiar. No encontro, Arruda pediu para que o problema fosse resolvido de forma emergencial, com a contratação de transporte para remoção do milho para o Ceará.

Paliativo

Apesar de resolver emergencialmente o problema dos pequenos pecuaristas, a remessa anunciada não soluciona o déficit de milho no Estado, que este ano perdeu mais de 90% da produção, devido a seca. Para atenuar de vez o problema, os grandes avicultores estão pedindo à Conab, a liberação do estoque regulador e o retorno dos leilões de milho. O setor alega precisar de 30 mil toneladas do grão por mês, até o fim do ano.
Tags:
Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário