Milho: Leilão desta quarta-feira comercializa apenas 39% da oferta

Publicado em 05/01/2011 14:59 e atualizado em 05/01/2011 15:39 658 exibições
Com maior procura localizada apenas em certos pontos, apesar da alteração nos preços em Goiás [21,00] e de Minas Gerais [25,50/sc] em relação às venda de novembro e dezembro de 2010, transcorreu o 1º Leilão de Venda de Milho dos estoques da Conab em 2011 negociando 104.163 t [39% da quantidade disponibilizada]. Para comparar, o Brasil consome cerca de 150 mil t/dia.

Puderam  participar do leilão os interessados do país inteiro que tem como atividade principal, que deverá constar na AVE (Aviso de Venda), e que estejam em plena atividade nos seguintes segmentos (Comprovação pela CNAE da Inscrição Estadual): Avicultores, suinocultores, bovinocultores de leite e de corte e suas  cooperativas, indústrias de ração para avicultura, suinocultura e bovinocultura, indústrias de insumos para ração animal e indústrias de alimentação humana à base de milho, que estejam devidamente cadastrados perante a Bolsa por meio da qual pretendam realizar a operação, e que estejam em situação regular no Sistema de Registro e Controle de Inadimplentes da Conab – SIRCOI. (Pode estar no CADIN, não tem problema).

Quantidades ofertadas:

Clique aqui para ampliar!

Os preços de abertura, comunicados dia 03/01/2011 foram superados em alguns lotes do MS, em Rondonia [15%], mas especialmente em Portelândia, GO onde atingiram R$ 23,40 [11%] em um lote e R$ 24,90  [18%] em outro, partindo de 21,00/sc.
Tags:
Fonte:
Telmo Heinen

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário